Curtas ganham prêmios!

2010

Neste ano, a Escola passa a ser Ponto de Cultura e suas atividades se iniciaram já em janeiro com a Colônia de Férias, onde crianças de qualquer escola com idade entre 9 e 15 anos puderam participar, o limite de trabalhar apenas na integralidade foi rompido e a comunidade como um todo pôde experimentar um pouco da Escola. No horário integral, a proposta para este momento foi trabalhar a partir das individualidades de cada criança, através da criação e realização de “Autorretratos”.

DSC01551

Neles, cada criança, que passava pela vivência de nossas aulas, era instigada a construir um vídeo de 1 minuto que representasse seu autorretrato, utilizando sons, objetos trazidos de casa que eram fotografados em sala de aula e/ou imagens da internet, mas sob a condição de não aparecer em seu próprio vídeo. A base era instituir a idéia de “catação” – catar no território o seu universo e representá-lo em imagens.

2010

Nas turmas de jovens e adultos, tivemos uma Oficina de Roteiro e outra de Animação, que em um segundo momento de juntaram e realizaram os “Guias Afetivos”: 8 curtas baseados no romance “Guia Afetivo da Periferia” de Marcus Faustini, que durante o Sarau Apalpe – A Palavra da Periferia, em janeiro de 2011, foram exibidos para os espectadores e para um júri.

2010

O curta “Pôr do Sol” faturou o prêmio concedido pelo público e o curta “Guia da Periferia Afetiva” faturou o prêmio do júri, ambos no valor de R$ 250,00. E o curta “Eu Mapa” recebeu uma menção honrosa pelo trabalho apresentado.
Em abril de 2010, tivemos também a terceira edição do Iguacine, mantendo o sucesso de público e consolidando o único festival de cinema da cidade.

Iguacine III