Austin recebe a Escola Livre de Cinema de Nova Iguaçu

2012

No ano de 2012 a Escola Livre de Cinema de Nova Iguaçu passou por sua maior reestruturação desde que foi fundada: se transferiu do bairro de Miguel Couto para o bairro de Austin – ambos em Nova Iguaçu – e abriu sua gestão, que passou a ser colaborativa, contando com a participação de outras instituições e coletivos.
2012

A principal motivação para a mudança foi a crença de que a ELC precisava pertencer ainda mais à cidade, estando em outros lugares nessa nova fase, e Austin foi perfeito – é o bairro com o menor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do município. Daí para as parcerias consolidadas foi um pulo: o Cineclube Buraco do Getúlio, a ONG Laboratório Cultural, o Departamento de Cinema e Vídeo da UFF – Universidade Federal Fluminense – e o Cineclube Mate com Angu embarcaram na nova fase, contribuindo com a “Escola” na mobilização, produção e metodologia. A OSCIP Avenida Brasil Instituto de Criatividade Social continua na gestão geral, sob a coordenação de Valquiria Oliveira que também faz a coordenação geral da ELC .

DSCF2412

Depois de devidamente instalados e com as parcerias firmadas, as atividades de iniciaram durante o segundo semestre e nada melhor que uma revolução também nas oficinas para começar com o pé direito! A ELC continuou com o as oficinas no contra-turno escolar, agora para jovens entre 12 e 16 anos, e dessa vez com a metodologia voltada para a Vídeo Arte – a experimentação do audiovisual na sua essência.

DSCF2449

As oficinas para jovens e adultos – 17 anos em diante – passaram a ser ministrada aos sábados pelo Departamento de Cinema e Vídeo da UFF e pelo Cineclube Mate com Angu, que durante esse primeiro semestre em Austin ministraram as oficinas Cinema na Sala de Aula (para educadores e oficineiros de arte e cultura) e Clipes Ativistas (que produziu 3 documentários), respectivamente.

fot0

IMG_1334

IMG_6383